Uma nova geração de pessoas que decide aprender e participar até ao final da vida, no que mais gosta e lhe apetece!

Não contem a ninguém, mas na verdade também estamos a começar a preparar o futuro das pessoas jovens, o nosso futuro, e acreditamos mesmo que não há idade para aprender!

Quem são as pessoas que fazem parte do Reformers?

O IDADISMO e o ISOLAMENTO SOCIAL têm os dias contados!

Como é que funciona na prática?
Pessoas voluntárias partilham os seus talentos com grupos de pessoas seniores isoladas todas as semanas, durante o período mínimo de 9 meses, com o objetivo de aumentar a autonomia, enquadramento social, autoestima, criar uma rede de suporte e promover a intergeracionalidade!

E são os seniores que escolhem os talentos que querem aprender. VALE TUDO! Desde o ballet ao tango, da culinária molecular ao skate!

FASES

As turmas de Reformers serão dinamizadas em contexto comunitário e, ao longo do ano, devem identificar um problema social na sua comunidade e resolverem esse problema com a atividade que aprenderam - payback. No final do ano letivo temos o Festival TNT - Todos nós Transformamos - um festival intergeracional de celebração!

Já ensinamos a avó Emília a escrever,
a avó Nazaré a desenhar e vamos ensinar
a avó Luísa a andar de bicicleta!

Já as ensinamos a andar de skate,
a fazer kickboxing e a meditar.

RESULTADOS
Desde que começámos a trabalhar com seniores que:

Melhoraram a sua auto-estima e auto-conceito

Sentem-se mais úteis, capazes e valorizadas

Aumentaram o seu sentimento de segurança, criatividade, sentido crítico

Passaram a ter um grupo de suporte e, por isso, melhoraram o seu sentido comunitário
(redução do isolamento e promoção da saúde mental)

Aumentaram a sua consciência social

Só de sentir que venho para cá parece que até a manhã me corre melhor. Gosto de todas as atividades, gosto de tudo! Eu achava que não tinha jeito para trabalhos manuais, e até isso tenho feito cá e acho engraçado, até divirto os meus netos com as minhas habilidades. Quando venho para cá sinto-me melhor, sinto-me mais leve. O convívio faz-me bem. Até despacho coisas para vir! Acho que eu precisava mesmo disto, com 70 anos tinha uma vida assim muito tristonha, muito murchinha, e isto aqui faz-me sentir aquela coisa de ter de “ai vai chegar aquela hora e eu tenho que ir”, dá-me outro ânimo só de saber que tenho que vir.
Avó Ermelinda
Eu sinto-me cá bem, se não me sentisse bem também não vinha. Tenho aprendido algumas coisas sobretudo a parte humana que venho aqui buscar e que me dá muito prazer. Gosto muito das mentoras, são excepcionais, pessoas sempre muito atentas, muito colaborados, e adoro estar aqui, desde que possa.

Gosto de ir passear. Gostei muito de ir à Alfândega ver a Frida Kahlo e também gostei daquele passeio que a gente deu a Lousada, foi muito bom, deu-nos uma outra vivacidade, o contacto com o campo e sair destes ares fechados. Também gosto da elaboração de desenhos, mas desde que a gente possa sair e ir arejar e ver coisas bonitas e agradáveis, isso é o fundamental.
Avó Rosa

SOBRE NÓS

Durante 11 anos o Movimento Transformers trabalhou com crianças e jovens em risco de exclusão. Mas começámos a perceber que, para aumentarmos o envolvimento cívico e social em Portugal, tínhamos mesmo que fazer diferente.

Foi então que em 2017 começámos a trabalhar com os seniores mais cool da cidade do Porto. Neste caminho percebemos algumas coisas importantes:

- O isolamento e exclusão dos seniores é real! Em 2017 foram sinalizados 45.516 idosos, pelo menos metade moram sozinhos (28.279). E isto não é nada fixe.

- 21.7% das pessoas em Portugal têm 65 ou mais anos de idade.

- Projeções recentes indicam-nos que em 2030, Portugal será o 3º país mais envelhecido do Mundo e em 2060, a proporção de pessoas com mais de 65 anos passará dos actuais 17,4% para 32,3% da população total (em numerosos países, os trabalhadores mais velhos, 55-64 anos de idade, representarão já hoje 30% ou mais da sua população ativa);

- Se a economia da longevidade fosse tida como um país, seria a 3ª maior “economia” do mundo depois dos EUA e da China.

Achavam que íamos ficar a ver este números a aumentar sem fazermos disto uma oportunidade?
É ÓBVIO QUE NÃO!

EQUIPA

Queres estar a par
de todas as novidades?

Telefone: +351 919 329 976
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.